terça-feira, 8 de janeiro de 2008

ROCK IN RIO

Na próxima sexta feira, 11 de janeiro, completam-se vinte e três anos de um final de semana memorável: o ROCK IN RIO de minha juventude.
Em janeiro de 1985 a ditadura militar estava em seus estertores. O novo Presidente da República seria Tancredo Neves, um experiente político mineiro, ex-ministro do governo Vargas e primeiro-ministro do presidente Jango. Acabou não assumindo e, então, tivemos de suportar a tragédia do governo Sarney. Lembram-se?
Mas, em 1985, nossos cabelos ainda existiam, e eram longos. Nossas barrigas, apenas uma ameaça para o futuro.
Mas, nossos sorrisos eram os mesmos de hoje.
Será que é mesmo assim, ou é apenas como queríamos que fosse?
Certamente somos de uma geração felizes!
Claro que hoje não posso queixar-me da vida e da sorte. O Criador foi muito generoso comigo, mas em 1985, corríamos, pulávamos, dançávamos e como bebíamos! Dor nos joelhos, colesterol e triglicerídeos eram termos nada representavam.
Nossos filhos, nossos sonhos, apenas começavam, em 1985.
Claro que ainda sou jovem. Na balança da vida o prato que contém meus sonhos e aspirações ainda pesa mais do que o que contém as recordações e saudades.
Mas o tempo passou. A ditadura dos milicos se foi, com sua nefasta corja de corruptos. Porém, outros vieram.


Muitos dos meus ídolos, daqueles loucos anos, também já partiram: Raul Seixas, Freddie Mercury, Carlos Drumond de Andrade, Tom Jobim, o físico Richard Feynman, o ator Mário Lago.
Zico parou de jogar. Cazuza é apenas uma lembrança.
Mas, temos renovação. Muitos novos surgiram. Nossos filhos cresceram. Nossos relacionamentos amadureceram e frutificaram. Que bom!
Que nossos filhos sejam muito felizes nessa época maravilhosa de suas vidas, onde tudo é intempestivo, é oito ou oitenta. Que usem a juventude como uma aliada ao crescimento, à vida.
Mas, que saudade do Rock in Rio’85, o da nossa juventude!
Que saudade da minha turma, do Paulinho, do Odilon, do Fedelho, do Murilo, do Frango, do João, do Sidney, do Sérgio, do Elias, do Siqueira, da Suzete, da Cleoci, da Isa e de tantos outros.
E pensar quemuitos deles já se foram!
Que saudade de Judas Priest, AC/DC, Ozzy, Scorpions, Def Leppard, Yes, QUEEN (Freddie Mercury), James Taylor, Irom Mayden.

Edson Cebola

2 comentários:

Caio disse...

8Meu amigo Cebola! Rock in Rio... que lembrança maravilhosa!!! Lembro-me do show do Queen... Love of my Life... o coro... me arrepia até hj ter estado lá!!!!!
Os anos 80, sem querer parecer nostálgico, ou qualquer outro rótulo, foi uma honra.. um privilégio... um prazer imensuráavel! Ter vivido a Floripa dos anos 80: Colégio Catarinense; Kai's Ky Dum; vagão; Dizzy; Chandon; Joaquina... e poderia aqui citar centenas de momentos fantásticos que vivi nessa época. Amigo, vc tem razão... sinto saudade daquela tranquilidade! O mundo moderno às vezes é cruel! Que nossos filhos sejam tão abençoados como nós! Grande abraço.
CAIO SALVINO

PAULO disse...

Olá Cebola em primeiro lugar parabens pelo BLOG e depois gostaria de lembrar que em 1985 só que em 01/11 começamos uma nova fase, que com certeza marcou a vida de muita gente, bela coincidência ter sido no ano do Rock in Rio e da eleição do Tancredo que previa grandes mudanças para o Brasil e esta fase com muitas boas lembranças foi o Geração.
Um abraço
Paulo Coelho
48- 8409-7035 pcoelhofln@gmail.com