domingo, 16 de maio de 2010

A FÍSICA NA COZINHA - 3

A FÍSICA NA COZINHA:
Recipientes de vidro e de pirex
.
Autor: Edson Osni Ramos (Cebola)
.

Quando você quer preparar um suflê de espinafre ou um pavê de maracujá, ou seja, quando quer preparar uma comida no formo ou colocar uma sobremesa no freezer, usa frascos de pirex e não de vidro comum.
Por que o vidro comum resiste menos do que o pirex a choques térmicos, ou seja, a bruscas variações de temperatura?
A resposta é que o coeficiente de dilatação do vidro é bastante grande e o do pirex, pequeno.
Se, por exemplo, colocarmos água quente em um copo de vidro, imediatamente a face interna do copo começa a se dilatar, antes mesmo do calor chegar até sua face externa.
Então imagine a parte interna do copo querendo se dilatar e a externa ainda não!
Claro que a possibilidade de o copo quebrar-se é grande.
No caso do pirex, como o coeficiente de dilatação é muito pequeno, ao ser aquecida a face interna do copo começa a se dilatar. Como a dilatação é pequena, dificilmente o efeito será capaz de quebrar o copo antes do calor chegar à face externa, permitindo uma pequena dilatação total do copo.

2 comentários:

Mateus disse...

OI, sou aluno do Energia, da Sala 03. Não sei se já escreveu sobre isto, mas as ondas eletromagnéticas do Microondas causam muita polêmica sobre o seu efeito quando direto ao alimento!!
isso poderia ser assunto da "Física na cozinha"

Parabéns pelo trabalho!!

Edson Osni Ramos (Cebola) disse...

Amigo Mateus, obrigado pela dica.
Abraço!
Cebola